Algumas funcionalidades do website poderão não funcionar correctamente, por favor active o Javascript no seu browser.
Jardim Sensorial - Capacitar pelos Sentidos-CERCIOEIRAS

Jardim Sensorial - Capacitar pelos Sentidos

Objetivos do Projeto

Criação de um jardim sensorial semicoberto, para permitir usufruto todo o ano, integrado no pátio interno da sede da CERCIOEIRAS, que dá acesso ao edificado do CACI e UR. O jardim será planificado com um landscaping que vise a integração de equipamentos e matérias sensoriais diversos, de modo a responder a necessidades de estimulação sensorial.
Com a implementação desta nova solução de intervenção sensorial, procura-se melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência profunda e apoiar as mesmas nas suas atividades da vida diária.

O Jardim Sensorial com os diferentes equipamentos/materiais, adaptados às diferentes necessidades dos beneficiários, vai estimular a descoberta, a exploração, a iniciativa, a participação, as emoções, o relaxamento, a cognição, a intenção comunicativa e a interação social. Os nossos sentidos são a ponte para observarmos/sentirmos o que acontece fora de nós, e por meio deles as nossas emoções são estimuladas e conseguimos relacionarmos-mos com o espaço envolvente. Deste modo, poder oferecer um novo contexto diversificado e estimulante às pessoas com deficiência intelectual que atendemos, irá promover uma maior abrangência da sua interação com o contexto envolvente e promover a manutenção e/ou desenvolvimento de capacidades e participação nas suas atividades diárias.
Dirigido a 51 beneficiários diretos (pessoas com deficiência intelectual profunda), que integram a Unidade Residencial (UR), Centro de Atividades e Capacitação para a Inclusão (CACI).

O projeto será desenvolvido diretamente com as equipas de intervenção da UR e CACI. Haverá abertura á comunidade para atingir outros beneficiários indiretos, como é o caso da colaboração com outra entidade do concelho, de modo a ampliar a avaliação do impacto do projeto. O projeto está planificado, de modo a assegurar conformidade durante toda a execução, incluindo as fases de planificação, implementação, avaliação e disseminação do projeto, tendo identificando equipas responsáveis pela execução e monitorização das diferentes tarefas. Para tal estão assegurados instrumentos de gestão para monitorização (Mydailycare) e de avaliação (escala de qualidade de vida S. Martin), para assegurar o registo das evidências resultantes do projeto e disseminar os resultados obtidos.

  • Data de Início: 02-01-2023

    Data de Fim: 01-01-2024

  • Público-Alvo

    51 beneficiários diretos do projeto são pessoas com deficiência intelectual profunda e apresentam grandes vulnerabilidades em termos do seu quadro motor, sensorial, comunicativo e social

  • Local

    CERCIOEIRAS

  • Montante CO-Financiado

    39.390,00€

  • Responsável

    Raquel Pereira [Diretora Geral]

Resultados

Objetivo Geral: Melhorar a qualidade de vida de 51 pessoas com deficiência intelectual profunda, promovendo o desenvolvimento de competências como a exploração, iniciativa, comunicação,
cognição, socialização e motoras, no usufruto do contexto de intervenção terapêutica do jardim sensorial ao longo de 10 meses, que irá ter impacto no na participação das suas atividades da vida
diária e potenciar a autonomia, dentro do que for aplicável ao perfil individual.
• Objetivo Específico 1: Melhorar a qualidade de vida dos 51 beneficiários diretos, na dimensão de BemEstar emocional, atingindo um percentil de 80%, em 10 meses.
- Indicador: Percentil de Qualidade de Vida Bem-estar Emocional
• Objetivo Específico 2: Melhorar a qualidade de vida dos 51 beneficiários diretos, na dimensão de
Relações Interpessoais, atingindo um percentil de 80%, em 10 meses.
- Indicador: Percentil de Qualidade de Vida Relações Interpessoais
• Objetivo Específico 3: Melhorar a qualidade de vida dos 51 beneficiários diretos, na dimensão de
Desenvolvimento Pessoal, atingindo um percentil de 80%, em 10 meses.
- Indicador: Percentil de Qualidade de Vida Desenvolvimento Pessoal

Entidade Parceira:

Centro Nuno Belmar da Costa: Grupo de 6 clientes do Centro Nuno Belmar da Costa, portadores de deficiência (paralisia cerebral) com uma periocidade de 4x/mês, acompanhados pela sua equipa, que também irá avaliar o impacto da intervenção. Este será um grupo da comunidade a beneficiar da estrutura desenvolvida na CERCIOEIRAS, de modo a aumentar a abrangência da abordagem e a retribuir também o seu papel de responsabilidade social.

Galeria
Projeto Co-Financiado Por:
  • BPI - CERCIOEIRAS